DE QUE É FEITA A INFÂNCIA?

De que é feita a infância

"A infância não é uma coisa que morre em nós e seca uma vez cumprido o seu ciclo. Não é uma lembrança. É o mais vivo dos tesouros e continua a nos enriquecer sem que o saibamos". - Franz Hellens

De que é feita a infância?

De peito de mãe, de colo de pai

De abraço de tia e brincadeiras de tio

De sorriso e carinho de amigos, vizinhos

De histórias e comidinhas de avós

De que é feita a infância

De que é feita a infância?

De manhãs ensolaradas no parque, no tanque de areia

De sombra embaixo de árvores

De caminho de formigas, borboletas e joaninhas em folhas

De flores e canto de passarinhos

De que é feita a infância

 

De bolinhos e pingos de chuva

Até temporal em tarde de verão na varanda

De pés descalços na grama, na lama, na areia

De castelos na praia e banho de mar

 

 

De que é feita a infância?

De banho quentinho

De oração ao pé da cama

Contos de fadas, canção de ninar

De beijo de boa noite

 

De que é feita a infância

De quintal com um pouco de terra

De balanço, bolhas de sabão

De sorvete, bola, bicicleta

E pequenas travessuras

 

 

 

De que é feita a infância?

De cabana no meio da sala, embaixo da mesa

De estouro de goma de mascar no céu da boca

De pular corda, trepa-trepa

Esconde-esconde, pega-pega

 

De que é feita a infância

De rituais de celebração

Aniversário, São João, Natal

De irmãos, primos  e amigos

De sonhos, imaginação e descobertas

 

De que é feita a infância?

A infância é feita de calor, amor, presença

Brincadeiras, histórias, canções

Natureza, encantamento, fantasia

Experimentos, hipóteses e muitas perguntas

 

Alimente a infância de seus filhos, sobrinhos, netos, vizinhos…

O que acontece na infância, não fica na infância, carregamos por toda a vida. Desta forma, investir no começo da vida é garantir adultos saudáveis, íntegros.  A criança é a esperança de um mundo melhor.

Sou ativista pela infância. Implicante desde sempre com a sociedade moderna e seus efeitos nocivos sobre a criança. Regulava o tempo de exposição à televisão das minhas irmãs caçulas quando pequenas, pois naquela época, 30 anos atrás, já entendia a necessidade de preservar a infância, de protegê-la do despertar precoce da sexualidade, das imagens de violência, do consumismo incentivado pela publicidade, etc… Remar contra a maré é uma tarefa árdua, mas necessária. Devemos garantir à criança o brincar livre, o contato com a natureza, a presença de cuidadores amorosos.

Acredito que um país sério se faz priorizando a infância e a educação. Vamos a luta!

abraço carinhoso

Ana Lúcia Machado

 

LEAVE A COMMENT

RELATED POSTS